Diário de uma mamãe - Gravidez

00:14:00

Olá meninas, como estão? Faz alguns meses que não escrevo por aqui, mas foi por uma ótima causa, minha gravidez! Sei que isso não é motivo para "abandonar" algo que gosto tanto, porém, a gravidez me deixou extremamente cansada, sedentária e bipolar. Por esses motivos eu aproveitei os nove meses para dormir e descansar tudo que eu tinha direito. 

Agora que tudo se acalmou e meu príncipe Joaquim já está com 40 dias decidi que é um ótimo momento para retomar com as postagens diárias, mas com um diferencial, além dos posts que amo fazer sobre moda, make, beleza e afins, agora irei compartilhar com vocês um pouco da minha rotina de mãe. Acho legal dividir minhas experiências, afinal, são tantas novidades, tantos aprendizados e, com certeza, alguma mamãe de primeira viagem, assim como eu, ficará interessada em saber o que uma outra mamãe está achando deste novo mundo. 

Descobri minha gravidez com apenas seis semanas, no dia 22 de agosto, pasmem ou não, data em que comemoro meu aniversário de namoro (presente surpresa). Eu já estava desconfiada havia alguns dias, comendo exageradamente, dormindo muito mais do que o normal e com umas cólicas insuportáveis. Até comprei o teste de farmácia, (que deu positivo) mas como não confiava nestes testes resolvi não contar nada pro love até minha ida ao médico. 

Não foi planejada e pra ser bem sincera, foi o maior susto das nossas vidas, afinal, ninguém esperava por um baby tão cedo. Mas gente, que susto mais bom, que sensação incrível a de saber que você está gerando uma nova vida, mas cá entre nós, que medo viu? É indescritível a felicidade, mas o medo também é algo sem explicação. Me perguntei inúmeras vezes se seria capaz de ser uma boa mãe, se estaria preparada para uma mudança tão grande. 

Minha gestação foi muito tranquila, não tive problemas, nem vontades, nada destas coisas que muitas grávidas tem, apenas muito sono, no início muita fome (engordei ao todo 7 quilos) e claro, uma oscilação de humor horrorosa. Meu marido certamente é um santo e tem passe livre no céu, tinha horas que nem eu mesma me aguentava, imagina ele? Uma hora tudo era lindo, na outra um caos. E os choros? Chorava por qualquer coisa, até as coisas mais idiotas me deixavam abalada e chorona. 

Graças a Deus o Joaquim é uma criança abençoada e foi assim desde a barriga. Apesar de mexer muito todos os dias, ele foi um baby bem calmo durante os nove meses. Não me deu grandes sustos, se comportou direitinho e só veio ao mundo na data prevista, nada de querer nascer antes. Alguns médicos dizem que a gravidez influencia muito na vida do bebê ao nascer, ou seja, mamãe tranquila, bebê tranquilo. 

Bom meninas, basicamente é isso, uma gravidez muito tranquila, curtindo todos os momentos, com dias melhores, dias piores, mas felizmente a vida de uma gestante é assim; cheia de noites em claro, dores pelo corpo, fome, sono, preguiça, mau humor, resumindo, cheia de altos e baixos que ficará esquecido quando o seu maior presente estiver nos seus braços. O maior amor do mundo!

Posts relacionados

0 comentários

Comentários
0 Comentários
>