SOBRE SER MÃE EM TEMPOS DE FAST FOOD

12:19:00


Ser mãe não é fácil, mas ser mãe em tempos de fast food torna tudo mais difícil! As rainhas da batata frita no almoço, hambúrguer na janta, biscoito recheado, salgadinho e afins no lanche da tarde que me desculpem, mas eu sou daquelas mães chatas que controla absolutamente TUDO que o Joaquim come e fique à vontade pra me achar chata e paranoica. Mas antes assim do que carregar uma farmácia ambulante na mala né? 

Por aqui tudo tem limite. Meu filho, minhas regras e não me importo com o que ninguém acha. Principalmente porque as coisas estão mudando. O Joaquim está crescendo, já fez 1 ano e com a ida para escola no próximo semestre ficará complicado controlar algumas coisas, por este motivo já me permito dar algo diferente pra ele. Leia-se, um brigadeiro em festa infantil, muito raramente um salgadinho, pão francês no café da manhã e muito raramente suco industrializado.

Claro que como mãe eu já me questionei inúmeras vezes e acho super normal! Estranho seria se eu achasse que meu filho é um robô e vai comer para o resto da vida alimentos saudáveis. Mas é óbvio que isso não irá acontecer, principalmente com a ida pra escola que mencionei acima. Não vejo problema em cuidar da saúde dele e ao mesmo tempo me recriminar por privá-lo de alguns alimentos. Que mãe não toma sorvete, come um chocolate ou uma pizza e sente dó do filho por não comer? Gente, somos humanas viu? Porém, quando eu me culpo sempre me "alimento" da certeza de que ele terá uma vida pra fazer suas escolhas e que em um futuro próximo ele certamente irá me agradecer por cuidar tão bem da sua saúde e por ser uma criança saudável. 

Peço desculpas novamente as mães que me acham maluca e entopem seus filhos de doces e fast food, mas eu acho um crime o que muitas fazem com seus filhos e Deus queira que eu não seja a única. É muita loucura dar chocolate pra um bebê, oferecer danoninho por ser mais prático abrir o potinho do que raspar uma fruta ou dar papinha enlatada todo dia porque é mais fácil do que cozinhar os legumes e bater no liquidificador. 

Eu entendo que nem toda mãe tem tempo, que muitas trabalham fora, cuidam dos filhos, da casa e claro que o supermercado está aí pra facilitar a vida de todo mundo. Mas mamães é apenas uma questão de escolha e de acertar um pouquinho a agenda. Por aqui eu escolhi ter um tempo hoje pra cuidar da alimentação do meu filho, do que ter que tirar um tempo lá na frente pra ter que tratar alguma doença que ele venha a desenvolver pelos excessos cometidos ainda bebê.

Será que eu estou exagerando? Não precisamos ler muito pra ver os altíssimos números de crianças com colesterol, diabetes e várias outras doenças causadas pela dieta sem limites que os pequenos se submetem hoje. Como já disse, ser mãe não é fácil, mas ser mãe em tempos de fast food é praticamente missão impossível! Feliz daquela que sobrevive em meio ao caos sem deixar a peteca cair e sem deixar a opinião alheia interferir. 

Posts relacionados

0 comentários

Comentários
0 Comentários

>